Boeing atualiza seu estudo e prevê demanda por 117 mil profissionais na América Latina, até 2039!

Atualizado: 27 de fev. de 2021

A aviação provou mais uma vez, que é resiliente!

Esta é uma das conclusões da Boeing em seu mais recente estudo, o Boeing Commercial Market Outlook 2020–2039 (o estudo completo disponível pode ser obtido aqui mesmo em nosso Blog).


A Boeing refez seu estudo anterior e projeta uma demanda de 2.610 novos aviões na América Latina e no Caribe, para as próximas duas décadas. A nova previsão já inclui o impacto de curto prazo da pandemia COVID-19 e os fundamentos de longo prazo para viagens aéreas. Neste novo estudo, os jatos comerciais chamados narrowbody (aeronaves de tamanho médio e corredor único) representarão 90% da demanda das empresas, refletindo a expansão das oportunidades de viagens acessíveis em toda a região. Esta é a visão da Boeing, em relação à dinâmica do mercado de curto, médio e de longo prazos, específica para a região.


“Embora a indústria da aviação na América Latina e no Caribe tenha sido duramente atingida pela pandemia, os motores de crescimento fundamentais na região permanecem fortes”, Ricardo Cavero, vice-presidente de vendas da Boeing para a América Latina e Caribe.

“A América do Sul, em particular, tem um potencial de mercado inexplorado considerável, para a expansão das viagens aéreas, impulsionada pela expansão econômica e uma grande área geográfica”.


Até 2039, o tráfego de passageiros na região deverá crescer 5,1% ao ano, com a frota de aviões crescendo 3,5% ao ano, à medida que as companhias aéreas melhoram a utilização e gerenciam taxas de ocupação mais altas.


A Boeing projeta que o número de pessoas viajando na América do Sul, ultrapassará o fluxo de tráfego entre a América Central e a América do Norte durante o período previsto.


Ao longo do período da análise, a previsão do relatório da Boeing, na América Latina prevê:

– Crescimento anual do tráfego de passageiros de 5,1%;

– Demanda por mais de 2.360 novos aviões narrowbody, avaliada em US$ 290 bilhões;

– Demanda por 117.000 pilotos comerciais, membros da tripulação de cabine e técnicos de manutenção - para voar e manter a frota de aviões;

– Os aviões narrowbody, como a família 737, continuarão a ser o principal motor do crescimento da capacidade nesta região;

– Demanda por 220 aviões de passageiros e 20 cargueiros widebody (grandes aeronaves de corredores duplos), representando um valor total de entrega de US$ 75 bilhões;

– Serviços comerciais de reposição, no valor de US$ 480 bilhões entre peças, serviços da cadeia de suprimentos e soluções digitais, com base em análises que suportam operações de voo e manutenção. Estes serviços incluem também modificações de aeronaves, de transporte de passageiros para cargueiros, os Boeing Converted Freighters;

– Redução de 12% na demanda projetada de aeronaves, em relação ao ano anterior. Uma revisão resultante dos impactos da pandemia do COVID-19.


Globalmente, a Boeing projeta a necessidade de 43.110 novos aviões comerciais e uma demanda por serviços de pós-venda, equivalentes a US$ 9 trilhões, para as próximas duas décadas.


O tráfego de carga aérea deve crescer a uma taxa anual de 4% ao longo dos 20 anos, devido à sólida produção industrial e ao comércio mundial. Os cargueiros continuarão a ser a espinha dorsal da indústria de carga, previsão de 930 cargueiros novos e 1.500 convertidos.


E de acordo com o estudo da CAE, o 2020-2029 CAE Pilot Demand Outlook, as previsões de demanda por pilotos, devido às aposentadorias que acontecerão principalmente na próxima década e as necessidades de mercado, continuam sendo uma preocupação para a indústria da aviação civil, conforme o mercado vai se recuperando gradativamente.


" Estes fatos devem levar à uma demanda enorme por pilotos, o que resulta em uma necessidade, de curto-prazo, de aproximadamente 27.000 novos pilotos profissionais, começando a ser vista já nos últimos meses de 2021," diz o estudo (também disponível aqui em nosso Blog).



Referências:

boeing.com/commercial/market/commercial-market-outlook/


https://www.aeroin.net/boeing-ve-demanda-por-117-mil-pilotos-comissarios-e-tecnicos-de-aviacao-ate-2039/


https://www.pilotcareernews.com/cae-forecasts-pilot-demand-returning-by-end-of-2021/




46 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo